Herói da Intentona Comunista

Luiz Gonzaga, jovem ipanguaçuense, filho de Manoel Gonzaga de Souza e Maria Gonzaga de Souza, residentes no Sítio Veneza, deixou na sua história um exemplo de civismo e amor à pátria. Seu nome passou para a história do Rio Grande do Norte, de um simples soldado à Herói Luiz Gonzaga.

A mão que marcava a Bandeira do Município, significava seu sangue derramado, quando se deu a Intentona Comunista em nosso país, após um mês de sua incorporação no Quartel da Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 1935.

Em sua homenagem, foi criado em 1973 o Grupo de Escoteiros Herói Luiz Gonzaga. Seu objetivo: amor a Deus, ao próximo e a Pátria.

Em sua lápide, consta a frase do Presidente Getulio Vargas:

“Para defender uma Pátria, nem sempre é preciso matar, basta às vezes que se saiba morrer”.

Últimas manchetes