Em: 29 de maio de 2018 as 12:41

Prefeitura de Ipanguaçu lança Programa Mais Alfabetização, do Governo Federal

Professores e auxiliares de Educação que integram a Rede Municipal de Ensino da Prefeitura de Ipanguaçu participaram, na manhã desta terça-feira, 29/05, do lançamento do Programa Mais Alfabetização. Durante o encontro, no auditório do Centro de Cultura José Coriolano Ribeiro, os educadores puderam tirar dúvidas e obter esclarecimentos sobre a execução do programa  federal de apoio à educação.

Na ocasião, alunos dos anos iniciais da Escola Municipal Julieta Moura Silva, da comunidade de Arapuá realizaram uma belíssima apresentação na abertura do encontro. Além do lançamento do Programa Mais Alfabetização, o encontro apresentou a primeiro Concurso Municipal de Desenho e Produção de Textos

A solenidade contou com a participação do prefeito Valderedo Bertoldo, que aproveitou a ocasião para ressaltar que a qualidade da educação é uma das metas prioritárias da Prefeitura de Ipanguaçu. “Buscamos a elevação do nível de ensino e aprendizagem dos estudantes, a redução do analfabetismo, e a melhoria da gestão institucional e escolar”, destaca o gestor. Nesse sentido, lembra que a implantação do programa “Mais Alfabetização”, corrobora para o cumprimento dessas metas.

“O Mais Alfabetização vem com esse reforço na educação com a garantia do assistente junto com o professor em sala de aula, que vai agilizar o processo de alfabetização dos estudantes de todas as turmas do primeiro e segundo anos do ensino fundamental”, explicou a secretária Jeane Dantas.

A presença do assistente de alfabetização será organizada por turno de trabalho de 5 a 10 horas, no horário normal das aulas. No Mais Alfabetização, todo professor contará com o apoio do assistente para o desenvolvimento de atividades pedagógicas, com recursos específicos para a contratação obtidos por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

No Mais Alfabetização as escolas e redes farão ainda avaliações periódicas para acompanhar a aprendizagem das crianças e dar suporte ao replanejamento do trabalho desenvolvido pelas escolas considerando os resultados obtidos com o programa.

Para ser considerado alfabetizado o estudante deve compreender o funcionamento do sistema alfabético de escrita; construir autonomia de leitura e se apropriar de estratégias de compreensão e de produção de textos. Já em matemática, deve aprender a raciocinar, representar, comunicar, argumentar, resolver problemas em diferentes contextos, utilizando conceitos, procedimentos e fatos matematicamente.

Fonte/Fotos: Núcleo de Comunicação

Últimas manchetes