Em: 27 de julho de 2017 as 12:13

Prefeitura promove 5ª Conferência Municipal de Saúde para discutir o fortalecimento do SUS em Ipanguaçu

A Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria de Saúde em conjunto com o Conselho Municipal de Saúde realizou na manhã desta quinta-feira (27), a V Conferência Municipal de Saúde em Ipanguaçu, com o objetivo de avaliar a situação de saúde do município e propor diretrizes para a formulação da política de saúde. O evento ocorreu no Auditório da Câmara Municipal de Vereadores.

A conferência que trouxe o tema: “Qualificação e expansão no serviço e melhoria da assistência do SUS”, promoveu eixos temáticos de discussão em torno de Atenção Primária a Saúde, com a palestrante Hosana Melo (eixo 1); Promoção da Saúde, com o palestrante Charllys Joseph (eixo 2); Política de desenvolvimento de pessoas e educação permanente, com o Dentista Sergio Ferreira; e Redes Assistenciais com a Enfermeira Aline Gomes.

“Estamos desenvolvendo uma perspectiva positiva para o município, nossas ações comprovam que a saúde está avançando, desde o início do ano a gestão tem buscado priorizar e ampliar os serviços da Saúde, implantando importantes ações de promoção e prevenção, como o Atendimento Médico 24h; o Saúde na Praça; o Saúde na Feira; a aquisição de novas ambulâncias e entre outras ações que garantem a melhoria na prestação do serviço ao nosso povo”, destacou o prefeito Valderedo.

Dentro da programação da Conferência, os participantes prestigiaram uma belíssima apresentação do Grupo de Dança da Comunidade Quilombola Picada, demostrando que a dança também é uma ótima aliada do bem-estar, autoestima e saúde.

Seguindo a programação, o vice-presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde e de Combate as Endemias do Rio Grande Norte (SINDAS – RN), Francisco Canindé Quirino, realizou palestra aberta sobre o tema. “Ipanguaçu está de parabéns pela realização deste momento. A Conferência atende a um princípio constitucional que é a participação popular. No caso da saúde, esse processo acontece em conjunto com a população, através de encontros de Conselhos e das Conferências de Saúde.”, ressaltou Canindé Quirino.

Prevista na Lei nº 8142/90, a Conferência Municipal de Saúde deve acontecer a cada quatro anos e conta com a representação dos vários segmentos sociais, que expressam as necessidades de saúde da população e serve de base para a construção do Plano Municipal de Saúde (PMS).

O evento contou com a presença do prefeito Valderedo Bertoldo, do Presidente da Câmara de Vereadores, Batista Bertoldo, da Secretaria de Saúde, Sâmia Maciel, vereadores, servidores da saúde no município, representantes de Conselhos e Associações, e a comunidade em geral.

Fonte/Fotos: Assessoria de Comunicação

Últimas manchetes